Pai desmente que tenha entregue filho na PSP


Como eu gosto de gente louca que adora fazer passar os outros por loucos e estúpidos. 

Então não é que sua excelência, este fantástico progenitor, diz agora que não foi à esquadra? Mas ele tem noção do que diz ou fala porque ficou com o cú quente? Estará consciente ele que acabou de acusar o JN e a PSP de mentirem? O jornal ainda estou como o outro, podia ter havido informações erradas, agora a PSP? Não me parece que os polícias andem a inventar histórias de pessoas que lhes vão às tantas da madrugada à esquadra para entregar o filho por este ser homossexual! 

Esta coisa de ser homofóbico e depois se ter vergonha de o ser quando a sociedade recrimina esse comportamento tem que se lhe diga... De facto, o pai deveria procurar um médico mas não para o filho como ele anuncia na notícia. Ele deveria procurar um psiquiatra para tratar a insanidade e confusão que vai na sua própria cabeça.

Fico surpreendido e esperançado que esta anunciada investigação dê frutos porque este pai não merece ter seja que filho for. 

Registo também que, de todas as associações LGBTs, só a amplos (Associação de Mães e Pais pela Liberdade de Orientação Sexual) se dignou a falar do caso e, mesmo assim, fez pouco a meu ver. Não consegui achar mais nada em nenhuma das outras.

1 comment:

vmrp83 said...

pelo menos o miudo ja nao fica na rua.

mas estas notícias sao semp mais do mesmo, faz-me lembrar akele rapaz que aki poucos meses morreu num acidente em Passos Manuel no Porto, que depois de ter estado na disco / bar zoom toda a noite as noticias e a familia publicam que ele após uma noite de diversão na queima das fitas teve aquele fatídico acidente. a questao k ninguem colocou foi, pq sendo o queimodromo e o passos manuel em extremos opostos da cidade e que em nd se direccionam no sentido da casa do moço, cm poderia estar a sair da queima?!!!

quanto a este caso, o que se escreve nao me parece que seja fiel realidade. mais do mesmo e nao deixa de ser a palhaçada do costume