Balada de Despedida do 5º Ano Jurídico 88/89 - Toada Coimbrã & Infantuna

Porque um amigo me mandou uma musica que me toca profundamente a alma pelos tempos passados até há uns anos atrás neste mundo que é a Academia do Porto e que me levou às lágrimas assim que o tempo de sair da vida académica-praxista se aproximava. E não me levou às lágrimas na minha ultima serenata porque simplesmente acho que já tinha me tinha esvaziado em lágrimas no inicio desse ano.

Contudo, agora que um fim, até bem mais marcante se me apareceu pela frente ainda mais oportuno me parece ouvi-la e o EU sabe bem porquê. Por isso lhe agradeço publicamente não só a música como o apoio. Brigadão aí, mano!

Mas como eu gosto de partilhar não tristezas mas alegrias, e porque esta musica poderá trazer boas recordações a muitos, e para quem estas coisas interessam, fica então a música e a respectiva letra aqui.

 Sentes que um tempo acabou
Qualquer coisa que não volta, que voou

Um choro de uma balada
Recordações do passado

Tu sabes que desenho do adeus
É fogo que nos queima devagar


5 comments:

Maria da Luz said...

Por falar em despedida, o novo visual deste blog faz-me lembrar os sobrescritos antigamente usados para nas notícias fúnebres...
Não gostei...

Elenáro said...

Eu vou mudar em breve o visual, Maria da Luz. Também não estou muito contente com ele.

Elenáro said...

Obrigado pelo comentário, Maria da Luz. Seja bem-vinda.

Em@ said...

Porque não te consigo enviar um 'méle'?
O endereço que colocaste no outro post (o das mudanças)não é rconhecido. :(

Elenáro said...

Em@ tens que substituir o [AT] por @
:)

Em todo o caso tens sempre o do "contacto" em cima. É o mesmo. :)